Reflexo

...É essa a vida que não se escreve mas se vive,mesmo que isso,muitas vezes,seja ainda mais difícil que qualquer regra gramatical ou construção literária.


 ...Toda aquela coisa complicada e sublime do amor na minha cabeça,e ele vem e me dá um apertão simples e grosseiro. Todos os "porquês" mal respondidos, todas as mágoas ainda latentes, e ele vem e amassa todos os peitos, alisa a barriga toda e espreme toda a cintura.(continua)



Se as coisas são inatingíveis... 
ora! não é motivo para não quere-las... 
Que tristes os caminhos, se não fora a magica presença das estrelas! 
(Quintana)


2 Atrevidos:

Ludmila disse...

eu tenho uma amiga foda! hahahah
adoro teu blog amiga! ja falei ne?
te amoooooooooooo!

Anayle Pasold ;* disse...

Fatos...