Passaporte para Disney World

(Ouvindo Rolling Stones,enchendo a cara de vinho tinto e de saco cheio da janelinha do maldito msn que não para de "piscar".
Com uma dor nas costas infernal(acho que é a falta de postura)e uma dúvida na cabeça.
Me diz,pra que porra existe "ex"??
Meu caralho,vái se "FDÊ".)

Dia desses alguém disse que ia se casar...
Ganhou um anel de brilhantes e já estava "toda toda".Nessa onda de Manoel Carlos,disse querer um vestido igual o da personagem,que a cerimônia ia ser parecida,e o amor dos dois tão lindo quanto o da telinha.Tá,tudo bem querer que saia tudo perfeito,um pouco de otimismo nunca é demais.Tudo bem desejar amar eternamente aquele homem(mesmo ele,com a mania horrivel de "kutucar" o nariz em público).E aliás o vestido da tal "Luciana" era realmente um "desbunde".E até eu tive inveja daqueles olhares de amor e beijos ardentes que aquele ator lá dava nela.Que por sinal,que "baita" beijo,que "baita" ator.E não é porque ele está fazendo 2 em 1 não,acho ele bom,literalmente falando.
Eu não sei se vocês sabem,mais eu tenho a mania horrível de não ligar muito para o que os outros pensam ao meu respeito.E uma boca MUITO GRANDE que as vezes sisma que tá faltando sinceridade no mundo e dispara suas "bombas".Passado o momento de deslumbre da mais nova noiva,que até então estava sonhando com o mundo cor de "rosa choque",com a cama king size e a viajem para Volta Redonda na lua de mel,fui questionada sobre "O que eu achava disso tudo".Bem,ela perguntou,eu não queria,mais foi ela quem perguntou...

Disparei logo que a realidade do "Maneco" e a dela eram bem diferentes.A Luciana era tetraplégica mais tinha um pai "podre de rico".E ela não tinha nenhuma deficiência física,mais que casada,com certeza as dores que sentia no joelho iriam piorar muito.O noivo dos sonhos estava longe de ser o dela,um baixinho careca que achava que podia "desfazer" das pessoas quando colocava seu "terninho preto".Eu sinceramente acho que ir para Volta Redonda passar a lua de mel na fazenda dos tios dele é uma furada.Ela tem pavor de cavalos,galinhas,pererecas,ia fazer o que lá?Mas tudo bem,eles se amam.Só que os filhos que viriam após o deslumbre com o brilhante não seriam obrigados a ouvir o pai reclamando que ta sem dinheiro para arrumar as próprias calças e muito menos os "tadinhos" precisaram presenciar o pai "kutucando" o salão de festas na hora do jantar,coisa nojenta.Só que isso tudo eu pensei dentro da minha mente "prática" e pé no chão que sabe,ou pelo menos acha que sabe que o mundo de cor de rosa não tem nada e que "amor eterno" acaba junto com o final da novela.

Passado o susto inicial com a "pergunta" dela eu disse o que eu achava daquele "ideal de felicidade".Casamento é como um passaporte para ir a disney acompanhado.Você aceita toda feliz,afinal é uma viagem internacional.Só que tem uma condição,vocês só vão poder brincar na roda gigante.E quando você percebe,está dando volta na própria mãe,para ela poder ficar com os netos um dia,para você conseguir tentar uma  noite de sexo sem nenhum "chororo" no meio.Quando você se dá conta,não são só os "bobes" que estão deixando sua cabeça enrolada,é a falta de dinheiro,os remelentos puxando o cabelo um do outro,sujando a casa inteira,a toalha molhada encima da sua cama "king" encharcando a colcha novinha que você comprou a 2 dias e que ainda nem terminou de pagar.Você se vê enrolada para cuidar de sí mesma,enrolada de raiva quando o seu ilustríssimo,resolve levar aquele bando de marmanjo pra dentro do seu quintal,assar uma carninha.Ou seja,a viajem interplanetária tão sonhada para o planeta "casamento" começa a te deixar tão exausta que você começa a pensar em pegar um ônibus espacial e cair fora do planeta das "donas de casa".Você fica tão exausta que começa a pensar em arrancar os dedos do próprio marido quando ele começa com a "kutucação".

Gente,eu não sou contra o casamento,o anel de brilhante,o desbunde da cama king size nem muito menos contra viajens para outros planetas.Só acho que para o próprio bem,as pessoas deveriam saber dosar o otimismo e o pessimismo,que se tratando de casamento são duas coisas que,querendo ou não,andam lado a lado.Não é demais pensar que pretende desejar aquele homem pra sempre.Também não é demais pensar que derrepente,no meio do caminho,mudem os desejos.Enfim,tem uns que dão certo,outros nem tanto.Afinal de contas,as coisas andam bambas até para o lado da poesia.

Mas casem-se,amem,separe-se ser for preciso.
Acertar nem sempre está ao nosso alcance,mais tentar não custa,isso se você for a mulher que vai receber os brilhantes(RISOS).
Seja como for,se você só viver de "teoria e pés no chão",nao vai sair do 0x0 nunca.

O "manuel" de instruções do casamento perfeito deveria vir dentro da caixinha com o brilhante.
Não acha?

Caso ou compro uma bike?
Dúvida cruel!
(hahaha)

16 Atrevidos:

Patrícia disse...

Gostei do texto, embora apele muito para uma crítica meio clichê. É divertido!

"Que tal deixar as pessoas continuar lendo autoajuda?"

Ouvi isso de uma filosofa certa vez...

Não da pra viver de ideologias baratas!
Ops... Será que elas é que dão motivos à vida?
IDEOLOGIA, eu quero uma pra viver
Kkkkkkkkkkkkkkkkk

Si Wasabi disse...

Adorei o post e me identifiquei muito com a forma que você pensa!

E a última frase foi ótima: "Seja como for,se você só viver de "teoria e pés no chão",nao vai sair do 0x0 nunca."

100% verdade!!!

Bjs!

Renèe T. disse...

Essa mania de não se importar com o que os outros pensam não é tão horrivel assim, desimpede mais agente de viver a vida que queremos não a vida que é imposta pela sociedade :)
adorei o post

http://futurismologa.blogspot.com

musicpris disse...

Ótimo texto, pode creerrrrrrrrr!!!!

Alexandre disse...

Olha, sobre ideal de felicidade isso é bem relativo... pr alguns a Disney pra outros ter um prato de comida por dia.

Pra mim a felicidade é o que escrevi no meu ultimo post do meu blog.

Alias, visite, será uma honra.

http://criticodostempos.blogspot.com/

!'um insuportar quase que diário'! disse...

aqui a idéia não era o "prato de comida" o assunto é outro...mais prometo que na próxima vou falar de REAIS REALIDADES!Valeu a dica alexandre... ;)

.Lívia Bittencourt. disse...

Ameii o post.
ou melhor amei o blog.
eh incrivel o quanto me identifiquei com vc.
você escreveu ai sobre o "mundo cor de rosa"
essa semana escrevi: cansada deste mundo que vocês pintam cor de rosa qdo na verdade ele tem cor de jornal velho..
to seguindo.
bye

A.C Once Caldas - SM disse...

as vezes as opinioes das pessoas não tem logico e é claro que não podemos concordar. A sociedade nos pede para viver em um estilo que eu odeio e não vivo, o do modismo. :)

Melisseira (♥) disse...

Muito Bom. "kutucar" o nariz em público essa foi Otima!!!!!!!!

♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...

Oii!!
Ameii o post! Texto claro, direto... e tb sou muito "bocuda", as vezes "pé no chão" demais. Mas, aprendi com o tempo que as vezes é melhor "guardar pra si"... e que voar nas asas da imaginação faz a vida ficar mais colorida! Sem perder o realismo, claro.

Peguei seu blog na comu, to seguindo. Espero que visite o meu, goste e siga!

BjOs*-*

http://evesimplesassim.blogspot.com/

♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Bikelando disse...

Na dúvida, compre uma bike, quem sabe ache um ciclista boa pinta pra te acompanhar nos passeios e virar teu príncipe? rsrs
Falando sério agora, casamento é coisa complicada, a questão da convivência, ter paciência com os detalhes irritantes, as mudanças, enfim ... fora que se viesse com manual deveria ser do tipo online, disponível para atualizações. É como você disse, tem que haver um meio termo entre o otimismo e ter os pés no chão, senão não sai do 0x0

War Inside My Head disse...

Parabéns pela originalidade.
Seguindo seu blog e espero que siga o meu tb!
Acredito que ira gostar muitos do que escrevo tb , trabalhamos em um universo bem paralelo!
Abraço , boa semana e sucesso com seu Blog!

Att

Yaser

http://yaseryusuf.blogspot.com/

War Inside My Head disse...

Muito obrigado pelo comentario querida!
Beijo enorme!
Sim a Livia é minha filha...meu amor ...minha vida!!

Lully Pires disse...

Adorei seus texto...parabéns pelo blog...te seguindo

Me siga tbm www.lullypires.blospot.com

Bjokas Flor !!!