Porraaaa nenhumaaaaa!

Eu gosto de como você se empresta para a minha vontade de sentir de novo. Saio da sua casa feliz porque estava frio e roubei uma blusa com duas respingadas velhas e já lavadas de óleo.
Eu gosto da sua barriga porque você consegue a santíssima trindade da barriga perfeita: Novo, intelectual, sarado.Você tem aquela pele já meio descolada dos ossos e isso me enlouquece. É o vão de quem ainda não  viveu . É o labirinto onde eu fico quando você acha que eu não estou ali. Entre seus ossos e músculos. 

Você é um preguiçoso, espalhado tão elegantemente com as cuecas largas, em um sofá com almofadas de mocinha. Absurdamente animado com milhões de coisas maravilhosas que você lê ou escuta pela metade, querendo saber tudo ao mesmo tempo pra esquecer mais rápido e de uma vez. Querendo não saciar das coisas, pra caber mais do resto todo que nunca chega. Você tem a noção mais bonita de insuficiência e exagero que já vi. Você tem o desapego pós empolgação menos levado a sério que já vi. Mas isso tudo é escondido pelos seus olhos de desligamento. É quase desinteressante o seu funcionamento, não fosse tão digno de me emprestar um pouco de umidade pra secura que trago da rua. 

Eu gosto de você porque são tantos milhões de coisas que você sabe, mas você fritou e não diz nada. Você sabe tanto que tem preguiça. Eu percebi que minha ansiedade é a típica da garota boba que leu nove livros, sabe de sete músicas, viu quatro filmes, conhece dois lugares e acha que ainda ama um homem. Quem sabe mesmo, nem começa a dizer. É tanto que dá preguiça. Seria uma vida a dizer mas você vai esquecer ou dormir no meio.

Então eu gosto de você, de novo, porque não falamos nada. Você porque dormiu de novo ou quer demais. Eu porque quero de novo ou dormi demais. Você porque sabe muito. Eu porque não sei porra nenhuma.



(T.B)

3 Atrevidos:

J P F O X disse...

Eu não sei de Porra Nenhuma neste mundo também. Acho que você gosta da pessoa que te inspirou em fazer este texto.
Até mais...

JaCoNa disse...

Entendi quase porra nenhuma do tetxo, mas gostei... rsrs
Cada pequeno detalhe (ainda que de longe pareça um defeito) numa pessoa especial se torna inesquecivel e inigualavel...

Ronaldo disse...

gostei muito do seu blog.

passei só para curiá mesmo, mas como gostei, comentei e sigo agora.

bjsss