Era uma vez ...

Esses dias eu conheci uma guria que acreditava no amor. É estranho nesses tempos de cólera saber que há pessoas que ainda acreditam, que ainda amam de verdade. Ela me disse que o amor verdadeiro nunca acaba, que não se torna ódio. Se algo tão bonito conseguiu se tornar esse sentimento tão negativo, não era amor. No máximo uma paixão, uma ilusão de óptica. O ser humano se engana. Ela também me contou que só sabe que foi amor de verdade quando percebe que nunca acabou. Que apesar dos encontros e despedidas, dos beijos e dos ''eu te odeio'' falsos, permanece, indelével. É como um vírus encubado. Não faz mal, não mata. Até que quando desperta, arrasa. E não há antídoto que cure, a não ser o tempo. Muito tempo, uma dose no mínimo quatro vezes maior que a do veneno. Ela dizia que não era justo banalizarmos tanto o amor, nem pensarmos que ele acabou. Me contou que o amor não tinha nada a ver com o coração, não era físico, era questão de alma. Amor era a alma, e sempre foram coisas eternas. Achei muito bonito, então questionei o fato de todos terem alma e nem por isso amarem. Então ela me disse que todo o ser humano tem vida, mas nem por isso a aproveita como poderia. Entendi que temos tudo em nossas mãos, mas por medo, deixamos escorrer por nossos dedos, aos pouquinhos... Vamos ficando sem nada, vazios, ocos. Eu quero minha alma completa, cheia de amor. Mas eu quero amor puro, amor de verdade. Não sei se uma plaquinha de "procura-se amor verdadeiro" adiantaria. Ou sair por aí procurando, descartando, passeando de boca em boca. É uma coisa tão bonita que acho que amor não se procura, ele nos encontra. Ninguém me encontrou. Mas vamos lá, tenho uma vida inteira a minha frente. É muito tempo, e ainda tem muito amor perdido por aí.

E eu conheço essa guria mais do que ninguém. Eu só preciso aprender a amá-la mais do que qualquer coisa.


"Lembra daquelas paredes que eu construí?
Bem elas estão desmoronando.
Elas nem tentaram ficar em pé,nem fizeram um som.
Eu achei um jeito de deixa -lo entrar!
Mas eu nunca tive dúvida.
Sob a luz de sua auréola,eu tenho meu anjo agora."

2 Atrevidos:

TOMÁS disse...

VI TEU BLOG EM UMA COMU DO ORKUT
E RESOLVI LÊ
REALMENTE TU ESCREVE MUITO BEM
PARABENS PELO BLOG
BJS

..::*::.. Palavra de Guria ..::*::.. disse...

Você escreve muito bem..
Você disse que tem Leucemia(LMC) a 2 anos, já te admiro sem te conhecer. :D

Obrigada pela visita. beijos